E se o primeiro passo para começar for não começar tão depressa?

E se o primeiro passo para começar for não começar tão depressa?

Todo mundo fala sobre começos serem os momentos para se dar duro, ser totalmente focada (o), não descansar enquanto não conseguir. Eu também pensava assim, até algumas horas antes de escrever esse texto que vos fala, sentada no sofá da casa da minha mãe. Mas aí li em um e-mail que falava sobre vários assuntos e, dentre eles, sobre o domingo ser o primeiro dia da semana. E a autora do e-mail, Tayná Saes (do Sutilezas Atômicas), dizia que tinha dificuldade de considerar domingo como sendo o primeiro dia da semana por ser um dia de descanso. “Mas a gente descansa no final, não no começo”.

Amei essa reflexão, esse lembrete de que a segunda-feira é “segunda” por um motivo. E se domingo é, geralmente, um dia considerado de descanso, de recreação, de estar entre amigos ou família, de maratonar série sem pensar no amanhã, então talvez – pensei cá eu com meus botões – “ir com tudo” não seja bem a melhor forma de iniciar algo.

Em recentes trocas com minha mãe, ela me aconselhou a procurar relaxar a respeito das coisas, que tudo vai acontecer no momento certo, que eu já estou fazendo a minha parte e que meu corpo estava pedindo para eu ir mais devagar. Quando mãe dá um conselho a gente segue, né mores? Ainda mais mãe terapeuta.

Então juntei A mais B: e se, para começar algo novo, seja um projeto de trabalho, uma aventura por algum país, um casamento, a gente procurasse relaxar mais, tirar um tempo para ver as coisas “de fora” – sair da ilha e enxergar o panorama do alto -, para que, ao dar novos passos, a gente saiba muito mais aonde estamos pisado, aonde queremos ir, com quem queremos ir e se de fato a gente quer ir? Dizem que as melhores decisões são tomadas quando estamos o mais calmas (os) possível. Fez sentido para mim.

Esse texto pode ser entendido como uma perspectiva de se gostar mais do domingo (o que é bom), mas também como um novo olhar sobre a importância do descanso, do take a breath, do relaxe e curta o momento. Eu já disse isso uma certa vez e vou repetir: as melhores coisas acontecem nas pausas.

Que você tenha um ótimo começo de qualquer coisa que queira. Obrigada por estar aqui. Até mais!

_________________________________________________________________________

Instagram

Facebook